Missões - Anne'

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Missões - Anne'

Mensagem por Anne' em Qua Dez 10, 2014 3:02 pm

Nome: Turismo
Descrição: Algum vândalo destruiu todos os mapas turísticos de uma cidade turística perto da nossa guilda, os mapas estavam espalhados por toda cidade para ajudar quem chegasse por lá querendo conhecer algo em especial. Não sabe-se porque disso, mas colocaram funcionários para substituir os mapas e dar as informações dos lugares para quem passar por eles, mas é claro que quem atacou os mapas para impedir o turismo na cidade também pode atacá-los, e é aí que entramos. Estamos sendo contactados para mandar algum mago vigiar esses funcionários informantes que estão espalhados por toda a cidade, e claro, pegar aquele que está sabotando o maior meio de comércio dessa cidade.
Recompensa: 7.000,00 Jewels

Havíamos sido contatados sobre supostos ataques à funcionários do setor de turismo de uma cidade. Não demoraria muito para realizar aquela missão, então peguei minhas espadas e minhas chaves e rumei até a estação de trem, a cidade não era muito longe, mas seria cansativo ir a pé.
Após uma hora de viagem o trem chega, desço do mesmo e continuo caminhando até a prefeitura, algumas pessoas se apressavam para se esconderem em casa, outras se arriscavam a andar pelas ruas, e muitas delas me olhavam com medo de pavor.
A prefeitura estava fechada, bati duas vezes na porta e fui recebida por um enorme guarda, ele deveria ter uns dois metros de altura. Ele me olhou desconfiado.
-Estou aqui para realizar um trabalho em nome à Lamia Scale.
Mostrei o papel da missão carimbado, ele deu os ombros e abriu espaço. Subi algumas escadas e entrei no escritório sem aviso prévio, ele se assustou e apontou um revólver para meu rosto, ao perceber o papel em minhas mãos ele abaixou a arma e se desculpou. Ele me contou todos os detalhes, e disse que eu deveria me camuflar de turista e esperar ele atacar. Assenti e sua secretária me deu uma muda de roupas.
Ela disse para que eu deixasse minhas armas com ela, afinal eu tinha que me camuflar. Vesti a saia vermelha justa e a blusa social branca, junto com um par de saltos brancos – estava parecendo uma pessoa rica. Peguei um colar e prendi as chaves nele, escondendo dentro do decote da blusa. Me despedi e fui andando até uma das atrações turísticas da cidade – um museu, muito bonito por sinal.
A visita demorou quatro horas, estávamos na última sala, onde havia um cetro com um enorme diamante no meio.
-É isso que ele quer...
Sussurrei para mim mesma observando a peça. Quando ouvi um gemido de dor e me virei para trás, me deparando com o guia turístico caído ao chão, e uma mulher ao seu lado, agachada. Ela possuía belas curvas e seios avantajados, seus cabelos eram platinados, ela usava uma roupa preta que cobria todo seu corpo e um par de saltos negros. Ela olhou para mim e sorriu mais ainda, mostrando seus dentes.
-Então alguém descobriu quem sou eu... acho que terei que te matar. - Ela desprende um chicote do cinto e sorri ainda mais. - Vai ser um prazer de ver chorar.
Arranquei o colar e puxei as duas chaves ao mesmo tempo, arrebentando o colar em meus pescoço. Eu sentia uma leve dor e sentimento de formigamento, mas ignoraria aquilo.
-Abram-se os portões, Caelum e Lyra!
Os dois apareceram em minha frente, Lyra se virou sorrindo e Caelum permaneceu calado, como sempre.
-Vamos pessoal!
Gritei com meu humor neutro como sempre, Caelum se transformou em espada e Lyra soltou uma de suas magias, Howling. Uma onda de som se alastrou, destruindo a parede de trás onde a mulher estava, e fazendo a mesma voar dez metros para trás. Seguro  Caelum fortemente e pulo até ela, preparando Caelum em cima de minha cabeça, para acertar seu estômago, mas ao entrar em contato com o chão, ela rola para o lado, fazendo com que eu faça uma cratera no chão, e ela saia ilesa ao meu lado. Rapidamente me levanto, mas antes de perceber, ela usa o chicote e puxa meu pé, me arrastando para o outro lado.
Minha blusa já estava toda rasgada, a saia também. Ignorei isso e fiz um sinal com a cabeça para Caelum, que se transformou em canhão e deu um tiro em sua mão, tirando-lhe o chicote. Corro em direção à mulher e lhe dou um chute na laterão e uma joelhada no estômago, a pego e deixou por baixo de mim. Alguns segundos depois escuto a polícia chegando, ela pega a mulher e a algema, levando para longe dalí.
-Obrigada pessoal.
Digo sorrindo levemente. Eles assentem e desaparecem. Seguro as chaves firmemente e vou até a prefeitura, o prefeito se assusta com meu estado e me agradece profundamente. Pego a recompensa, minhas espadas e minha roupa e pego o trem de volta para a guilda.


avatar
Anne'
Rank D
Rank D

Gemini Mensagens : 29
Data de inscrição : 05/12/2014
Idade : 17
Localização : Ponta Grossa

Dados Mágicos
Health Points:
100/100  (100/100)
Mana Points:
270/270  (270/270)
Magia: Reflection

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Missões - Anne'

Mensagem por Anne' em Qua Dez 10, 2014 3:49 pm

Nome: Ladrão
Descrição: Recentemente um laboratório foi roubado, e não levaram qualquer coisa, mas um experimento em especial que tem muito à ver com dragões. O experimento envolvia transformar qualquer cidadão em um dragão, assim qualquer um iria poder enfrentar essas ameaças caso um dia surjam outra vez, e isso envolvia mexer com o DNA contido em uma escama de um dragão falecido, o que é ainda mais perigoso. Um mago novato de uma dark guild foi o responsável pelo roubo, ele está procurando a sua guilda móvel para entregar os frutos de seu trabalho sujo, então ainda há tempo de encontrá-lo, mas deve ser feito rápido. O mago sabe usar Darkness Magic, e não podemos esquecer de destruir a escama que for encontrada com ele, pois assim ela não mais irá cair em mãos erradas.
Recompensa: 10.000,00 Jewels

Fomos contatados novamente para uma missão, um roubo de escamas de dragão. O dia estava um pouco frio, aproveitei e coloquei uma blusa gola alta por baixo de meu vestido, não queria que Cain-sama visse a marca vermelha em meu pescoço.
Fui até a estação de trem e esperei vinte minutos até o trem chegar, fui até uma das últimas e mais simples cabines e me deitei, seria uma longa viagem.
Quatro horas depois cheguei a cidade, não tinha tempo de sobra, saí pulando de prédio em prédio, ouvi uns boatos de que o ladrão se escondia nas montanhas. Apressei o passo, meus pés já doíam e eu estava quase quebrando os telhados pela força, mas ignorei, ao chegar perto das montanhas me escondo em cima de uma árvore, tentando o máximo possível não fazer barulho.
Ele era alto e musculoso, e conversa com alguém. Não era isso que o papel dizia, ele dizia que era um mago fraco. Pousei atrás de sua barraca, e fui andando silenciosamente, tentaria pegar a escama e sairia ser ser notada, até pisar em um graveto, me viro e o grandalhão me olhava divertido.
-Olha só o que temos aqui... uma coelhinha indefesa.
Tenho de admitir que nunca havia me sentido tão vulnerável, fraca e amedrontada. Ele emanava uma aura negra temível.Tentei sacar as espadas, mas ele foi mais rápido e me pegou pelo pescoço, me levantando.
-Seria uma pena se a escama estivesse comigo. - Ele deu uma gargalhada. - Pra uma maguinha você é bem bonitinha.
Minhas mãos estavam na sua, eu tentava me soltar mas era inútil, eu já estava ficando sem ar, e o desespero tomou conta de meu corpo, e comecei a balançar as pernas freneticamente.
-Pare quieta menina!
Ele me jogou no chão e continuou com a mão em meu pescoço, mas mais alargadas, me deixando respirar.
-Qual peça eu tiro primeiro? - Disse pensativo e indo em direção à minha saia.
Um choque de realidade me atinge e a adrenalina me consome. Chuto suas partes baixas , fazendo-o me soltar e o empurro para o lado, saio correndo para pegar minhas chaves, mas ele puxa meu pé, me deixando a centímetros das chaves. Olho para trás e chuto seu rosto, me livrando dele e pegando minhas chaves.
-Eu invoco o porão do cinzel, Caelum!
Caelum aparece e rapidamente se transforma em uma espada. O homem levanta e limpa um filete de sangue que se formou no canto de sua boca.
-Maldita...
Ele fala vindo em minha direção. Acerto a espada em seu tronco, no lado direito, fazendo ali sangrar. Enquanto ele se distrai eu chuto suas partes baixas novamente e lhe dou uma cabeçada, fazendo-o desmaiar. Pego em seu bolço a escama, e com um golpe a destruo, acabando meu trabalho. Espero uns minutos até o conselho aparecer, alguns dos cientistas do laboratório aparecem e me dão a recompensa, agradecendo.
Caelum volta ao normal, pego minhas coisas e rumo até a estação de trem.


avatar
Anne'
Rank D
Rank D

Gemini Mensagens : 29
Data de inscrição : 05/12/2014
Idade : 17
Localização : Ponta Grossa

Dados Mágicos
Health Points:
100/100  (100/100)
Mana Points:
270/270  (270/270)
Magia: Reflection

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Missões - Anne'

Mensagem por Anne' em Qua Dez 10, 2014 11:53 pm

Nome: Cobras
Descrição: De algum modo, um mago muito habilidoso conseguiu hipnotizar centenas de milhares de cobras e as faz invadir um pequeno vilarejo que estava lucrando em cima de uma mina de diamantes, lhe dando a oportunidade para roubar tudo caso uma hora os moradores saiam da cidade. Mas eles não desistem, e estão trancados em casa enquanto as cobras tomam conta das ruas, e ligaram para o conselho pedindo que alguém vá logo até a sua cidade e arranje uma maneira de tirar todas aquelas cobras dali. Não há perigo de encontrar o mago, ele já foi embora depois de ver que os moradores não desistiriam, mas esqueceu todas as cobras ali.
Recompensa: 5.000,00 Jewels

Já estava dentro do trem, olhava para o céu. Estava amanhecendo, mesmo com a velocidade do mesmo era possível ouvir os passarinhos cantando. Reparei em mim mesma no reflexo do espelho, novamente usando blusa de gola alta. Me espreguicei e ouvi o barulho do trem, indicando que já havíamos chego.
A cidade do trabalho era pequena, então o trem era de uma cidade vizinha, seria necessário andar alguns quilômetros até chegar a meu destino. Ao me distanciar da cidade me deparei com o início da floresta. Andei por alguns minutos até avistar uma árvore cheia de maçãs. Deixei minhas coisas no chão e escalei a árvore – realmente, tenho que parar de usar saltos. Peguei uma maçã e desci, pegando as coisas e continuando a andar.
Mais ou menos uns trinta minutos depois chego a cidade, ela estava deserta. Não havia nenhuma cobra ali, o trabalho havia sido uma farsa? Me engano ao sentir uma dor em meu tornozelo esquerdo, havia uma cobra ali. Com meus reflexos giro meu corpo e esmago sua cabeça com o outro pé. Corro até a floresta e pego a chave de Caelum.
-Eu invoco o cinzel, Caelum.
Caelum apareceu em sua forma de esfera voadora.
-Caelum, preciso que me leve para o topo de algum prédio, pode me ajudar?
O espírito se movimenta levemente, sinalizando que sim, e abre uma espécie de cabo embaixo para que eu segure. Eu o faço e voamos até um prédio alto, pego uma das catanas e rasgo um pedaço do meu vestido, usando para tapar o machucado feio que a cobra fez.
-Como vamos tirar essas cobras daqui? - Pergunto colocando a mão no queixo. - Tive uma ideia.
Puxo a chave de Lyra.
-Eu invoco a harpa, Lyra.
A bela jovem apareceu em minha frente, imediatamente seus olhos se fixam à minha perna.
-Ó meu deus, Anne-sama! Você está bem?
Encarei-a com meu rosto neutro de sempre, assentindo com a cabeça.
-Tive uma ideia de como tirar essas cobras daqui, mas você precisa fazer um favorzinho pra mim.
Lyra sorriu, me aproximei de seu ouvido e sussurrei algumas palavras, imediatamente seus lábios se abriram em um sorriso de orelha a orelha e a mesma voltou para o mundo celestial.
x – x – x – x

E cá estou eu, com uma fantasia de rato gigante. Lyra sorri ao me ver vestida a sim, e dá gritinhos como “Fofa! Fofa!”, e Caelum sem expressão, como sempre.
-É o seguinte: Caelum vai me carregar pelas ruas, as cobras vão ver um rato e vão correr atrás de mim, daí a Lyra aparece e usa sua magia em todas, as matando. Fechado?
Os dois assentem positivamente. Coloco a mão no cabo de Caelum, sentindo que ele já estava decolando. Começamos a sobrevoar a cidade, ao olhar para baixo vejo que centenas de cobras já nos seguiam. Algumas até tentavam morder meu pé, mas eu tirava desesperadamente.
Levamos as cobras até uma parte afastada, sinto Caelum subindo e grito:
-Lyra, agora!
Ela usa sua magia, matando todas as cobras. Caelum pousa e desaparece, juntamente com Lyra. Algumas pessoas saíam das casas e me agradeciam. O prefeito me entregou a recompensa, e se desculpou pelo incômodo.
Pego minhas coisas e rumo à cidade grande.


avatar
Anne'
Rank D
Rank D

Gemini Mensagens : 29
Data de inscrição : 05/12/2014
Idade : 17
Localização : Ponta Grossa

Dados Mágicos
Health Points:
100/100  (100/100)
Mana Points:
270/270  (270/270)
Magia: Reflection

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Missões - Anne'

Mensagem por Anne' em Qui Dez 11, 2014 11:42 am

Nome: O Abominável Homem das Neves
Descrição: No lado mais frio de Fiore, em um vilarejo bem pacato e sem nenhum mago, existe uma criatura que tem aterrorizado à todos ali, além de ter roubado várias comidas, livros, camas e até fogões para ele. A criatura é enorme, com pelos brancos e com dentes/garras tão afiados como espadas, mas não sabem muito da besta pois nunca tiveram coragem de encará-la por mais que alguns segundos, então só se sabe que ela é humanóide, e que volta todo final de semana para roubar os cidadãos. A fera mora em algum lugar das montanhas, então é melhor tomar cuidado, pois dizem que ele nunca descansa...
Recompensa: 30.000,00 Jewels

Já havia chego na cidade, o trabalho da vez era ir para uma montanha congelada e procurar um Yeti, ou abominável homem das neves, como preferir. Usava com vestido de mangas compridas e coturnos como sempre, estava com minhas chaves e minha espada. Enquanto andava pela cidade eu ouvi vários boato sobre o quão grande e perigoso seria, então já estava preparando meu psicológico.
Estava subindo as montanhas, nevava muito e ventava muito também, estava quase impossível passar por ali. Estava muito frio e andar era quase impossível. Uma fumaça se formava quando eu tentava inutilmente esquentar minhas mãos assoprando-as. Meu cachecol voava juntamente com meus cabelos, nunca havia visto uma tempestade tão grande.
Alguns minutos depois avisto uma caverna, e me arrisco a entrar nela. Haviam vários estalagmites e estalactites. Me encostei em uma parede lisa, passando as mãos inutilmente nos braços, tentando me aquecer. Eu não imaginava que estava tão frio assim. Então penso em me aventurar na caverna, desviando das estalagmites e tomando cuidado para não escorregar.
Andando por alguns minutos encontro uma espécie de sala, sem nenhum estalactite ou estalagmite, com o chão coberto de gelo liso. Largo minhas coisas em um canto e vou para o meio do lugar.
-Espero não ter esquecido como se faz...
Sussurro para mim mesma, fazendo passos iniciais de patinação. Não sei quanto tempo fiquei lá, mas tempo suficiente para cansar. Fui até onde havia deixado minhas coisas e me sento, respirando pesadamente.
Escuto um barulho, e uma parede em minha frente se parte, mostrando o Yeti. Uma criatura enorme, peluda e branca, com aproximadamente 2,5 m. Ele me encarava furiosamente, um frio percorreu meu corpo. Ele se aproximou de vagar, e eu continuei imóvel, com a mesma expressão neutra. Ele parou em minha frente, eu achei que ele era inofensivo, mas vacilei, quando pensei em abrir a boca ele levanta a mão e me joga com tudo para a esquerda, me fazendo bater em uma parede, quebrando-a. Sinto meu corpo doído, e um gosto metálico na boca. Olho para a criatura que avança rapidamente em minha direção. Corro em sua direção e me agacho, deslisando por baixo de suas pernas. Pego a chave de Caelum e o invoco.
-Eu invoco o cinzel, Caelum!
Caelum aparece e rapidamente se transforma em canhão, desferindo vários tiros ao monstro. Quando o vejo, o mesmo está cheio de queimaduras e exausto. Pego minhas espadas e corro em sua direção, um golpe era tudo o que eu precisava. Ele tenta me acertar com o braço esquerdo, eu pulo e subo em seu braço, corro e subo até sua cabeça, ele se debate e tenta me derrubar, mas resisto e finco minha espada em seu crânio, o matando.
Agradeço Caelum e o mesmo desaparece. Eu estava toda machucada, com o rosto inchado e mancando. Reúno minhas coisas e manco até a cidade. Depois de algumas horas chego, morrendo de cansaço, e me apoio em um dos prédios. Uma das moças que passava se assusta, e me leva até uma espécie de clínica. Algumas pessoas que não reconheci me deitam numa maca e começam a fazer curativos, então eu apago.
Acordo com uma enfermeira dizendo que já era outro dia. Coloquei minhas roupas e estava me preparando para sair, quando sou parada pelo prefeito. Ele diz que já recuperaram os pertences e me agradeceu por acabar com o monstro, me entregou a recompensa e pediu sinceras desculpas por todos os meus machucados. Ando até a estação de trem e o espero chegar. Suspiro pensando a reação de Cain-sama ao me ver nesse estado.


avatar
Anne'
Rank D
Rank D

Gemini Mensagens : 29
Data de inscrição : 05/12/2014
Idade : 17
Localização : Ponta Grossa

Dados Mágicos
Health Points:
100/100  (100/100)
Mana Points:
270/270  (270/270)
Magia: Reflection

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Missões - Anne'

Mensagem por Cain em Qui Dez 11, 2014 12:09 pm

Aprovada - Apta ao teste de Rank C
avatar
Cain
Guild Master
Guild Master

Mensagens : 95
Data de inscrição : 19/11/2014

Dados Mágicos
Health Points:
1350/1350  (1350/1350)
Mana Points:
2440/2440  (2440/2440)
Magia: Flame Dragon Slayer

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Missões - Anne'

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum